Dicas

5 livros latino-americanos para ler tomando café

Um dos maiores prazeres na vida é fazer uma pausa no dia-a-dia para se desconectar da nossa rotina, que é sempre tão corrida. Numa merecida pausa, a nossa fiel xícara de café pode fazer uma excelente parceria com um bom livro. Há poucos prazeres como alimentar a alma de boa literatura e o paladar de bons cafés!

Como vocês sabem, nós aqui da Montañita Cafés Especiais temos a América Latina no nosso DNA. Na nossa loja física sempre rola aquele som latino, e quando podemos trazemos cafés de outros países hermanos para compartilhar com vocês. Então, para seguir dando vida ao nosso espírito latino, convidamos a Sylvia Arcuri para fazer uma lista sugerindo relatos da literatura latino-americana que cairão muito bem com um café! A Sylvia, além de ser viciada em cafés, é escritora e doutora em Literatura Hispano-Americana pela UFRJ, e vem nos dar algumas dicas de leituras breves com sugestões de harmonizações com cafés para você tentar aí na sua casa. Vem com a gente!

  1. NOTURNO DO CHILE, de Roberto Bolaño.

Em um monólogo interior com apenas 100 páginas, Bolaño faz um relato visceral sobre os anos duros da ditadura militar no Chile, tendo como pano de fundo uma dura crítica ao cânone literário de sua época. As breves páginas constituem apenas um parágrafo, e é ideal para harmonizar com um ou vários espressos, que deixarão uma variação de nuances sinestésicas e de sabores persistentes.

A partir de R$ 27,90 no Amazon Kindle.

 

  1. HISTÓRIAS DE CRONOPIOS E DE FAMAS, de Júlio Cortázar.

Divertido, descolado e refrescante, é um livro de contos curtos que reinventa a  vida quotidiana, dividindo a humanidade em três categorias de pessoas: os cronópios, os famas e os esperanças. O universo fantástico e criativo de Cortázar combina bem com um cold brew, por ter uma forte pegada surrealista, causando sensações inesperadas no leitor e no paladar, provocando uma elevação espiritual.

A partir de R$ 14 no Estante Virtual.

 

  1. O ALEPH, de Jorge Luís Borges.

O livro de contos, que abre com ‘O Imortal’, propõe histórias curtas mas com tramas densas e complexas, ligadas à metafísica e ao simbolismo. Borges é exigente com o leitor, e seus relatos tocam a condição humana em sua  profundidade. Recomendamos que a leitura seja acompanhada de um café coado, daqueles que passamos lentamente e saboreamos bem devagar, disfrutando a cada página a riqueza da linguagem e a construção única de Borges. Mas atenção: pode causar dependência!

A partir de R$ 20 no Estante Virtual.

 

  1. NINGUEM ESCREVE AO CORONEL, Gabriel García Márquez.

Um conto do prêmio Nobel colombiano, que mistura sofisticação e simplicidade assim como um café macchiato. A narrativa, assim como o aroma do café, transporta os leitores para um espaço de realidade mágica, que ao mesmo tempo nos adverte e traz à tona a burocracia que não deixa de fazer parte da vida. É uma daquelas histórias que sobrevivem ao tempo e se fazem sempre atuais, narrando as histórias do povo que busca incessantemente por um equilibrio entre luta e esperança.

A partir de R$ 35 no Amazon Kindle.

 

  1. POESIAS ESCOLHIDAS, de Gabriela Mistral.

Uma antologia de poemas escritos pela autora chilena, a primeira pessoa latino-americana em ser outorgada com um prêmio Nobel em Literatura. Gabriela Mistral era o pseudônimo de Lucila Godoy, que além de poestisa, também foi educadora, diplomata e feminista. Seu textos versam sobre memórias pessoais e sobre a cultura latino-americana, e seus poemas podem ser uma boa companhia para um café passado no clássico coador de pano, pois além de deixar sua marca na história, transcende no tempo.

A partir de R$ 16 no Estante Virtual.

Sylvia Arcuri

Sylvia Arcuri

Sylvia Arcuri é escritora, doutora em Literatura Hispano-Americana e professora de Língua Portuguesa. No Instagram: @sylvia_arcuri

Leave a Reply